Aprosoja/MS alerta produtores impactados pela estiagem

Produtor rural deve procurar o quanto antes sua agência bancária

0
359
Foto: Divulgação FMC

O presidente da Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul, Juliano Schmaedecke, reuniu-se com o superintendente do Banco do Brasil, Sandro Jacobsen Grando, no dia 25 de fevereiro, com a finalidade de buscar alternativas aos agricultores mais impactados pela estiagem na safra de soja 2018/19.

Leia também: Aprovada abertura de consulta pública sobre glifosato

Também participaram da reunião o diretor executivo da Aprosoja/MS, Frederico Azevedo e o superintendente do Banco do Brasil, Flávio Zocchi.

“Esta safra desenhou um cenário díspar. Chuvas de manga (curta duração), com grande espaçamento entre elas, estimulou produtividades acima da média estadual em algumas regiões, mas em outras o cenário foi alarmante. E por conta desses registros, de baixa produtividade, buscamos o Banco do Brasil para uma alternativa financeira aos produtores rurais”, afirma Schmaedecke.

“A instituição financeira está aberta a receber os agricultores e estudar caso a caso, para verificar alternativas que amenizem o impacto das perdas”, completa o presidente da Aprosoja/MS.

Segundo o diretor executivo da associação, o agricultor não pode cometer o erro de deixar para última hora. “Ele deve acionar o seguro o quanto antes. Com relação às parcelas de custeio e investimento, para aqueles que tiveram problema, é preciso buscar a agência dele antes mesmo do vencimento do contrato, para que possa ser aberto um canal de renegociação. O banco está à disposição dos produtores, mas reforço: não deve ser feito de última hora, é preciso prazo para negociar. E em eventual problema, o agricultor deve buscar a Aprosoja/MS”, sinaliza Frederico Azevedo.

O posicionamento do Banco do Brasil foi de criação de um canal direto com o produtor, para que trabalhem de forma alinhada. “Não podemos deixar nenhum caso sem avaliação. Precisamos mapear aqueles que têm seguro, aqueles que não tem seguro, mas tem solução e todos os demais que possam precisar de uma renegociação ou outro tipo de andamento”, aponta o gerente de mercado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here