Cotações da soja registraram expressivas quedas em janeiro

A liquidez está baixa, informa o Cepea

0
425
Foto: Divulgação FMC

A pressão se deve à significativa desvalorização do dólar frente ao Real, às estimativas de menor demanda chinesa e à redução nos embarques norte-americanos, informa o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq-USP).

Leia também: “Rally da Safra” retorna ao Médio-Norte do Mato Grosso

Em janeiro, as cotações da soja registraram expressivas quedas no mercado brasileiro, voltando aos menores valores desde janeiro/18, em termos reais (IGP-DI de dezembro/18).

Vale ressaltar que a liquidez está baixa, devido à retração dos produtores consultados pelo Cepea, que mostram preferência por armazenar o grão em detrimento de comercializar nos atuais patamares de preços.

As negociações de contrato a termo também se estagnaram, diante da incerteza sobre o volume a ser colhido no Brasil.

O Indicador ESALQ/BM&FBovespa da soja Paranaguá (PR) registrou significativa queda de 5,2% entre dezembro e janeiro, com média de R$ 76,89/sc de 60 kg – a menor desde janeiro/18. O Indicador CEPEA/ESALQ Paraná também teve o menor valor real em um ano, a R$ 72,02/sc de 60 kg, 4,7% inferior à média de dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here