Marcada para o próximo dia 7 de outubro, as eleições de 2018 estão fazendo história.

As tensões políticas entre candidatos de esquerda e de direita dão o tom de um pleito que, seja qual for o resultado, deve surpreender. Mas como escolher os candidatos nas eleições 2018?

Ex-ministro da Agricultura e coordenador do FGV Agro, Roberto Rodrigues afirma que, para as eleições 2018, é preciso investigar o passado dos candidatos e votar em quem sempre esteve comprometido com o agronegócio. “Vamos olhar com muito cuidado qual é o presidente que apresenta a maior condição de apoio à agricultura. Que tem compromisso garantido, testemunho do passado e estratégia. Precisamos de um estadista que olhe a agricultura”, destaca. Roberto Rodrigues gravou uma série de vídeos especiais para o RVTV, e você pode conferir todos eles clicando aqui.

O especialista lembra que, nas eleições 2018, deveremos eleger um deputado estadual (ou distrital, no caso de Brasília), um deputado federal, dois senadores, um governador e um presidente. Para ele, todas as escolhas são muito importantes. “Não só o presidente, mas o governador de estado também deve ter compromisso com o agronegócio. Há estados que são predominantemente agrícolas. Mas talvez o mais importante seja a escolha dos parlamentares. Hoje, qualquer definição legal, institucional, que crie regras para qualquer atividade econômica e da agricultura, passa pela Câmara dos Deputados e pelo Senado”, ressalta.

 

Saiba mais sobre liderança com o professor José Luiz Tejon

 

Roberto Rodrigues destaca, ainda, que é preciso identificar os candidatos que agem com oportunismo, declarando apoio ao agronegócio somente durante o período eleitoral, mas sem agir em prol do setor depois de eleito. “O que interessa é quem já demonstrou que é ligado a nós, que defende o agro, tem segurança do que fala e vai cuidar de leis, decretos e plataformas políticas a favor do setor que segura o Brasil”.

“Não queremos privilégio ou vantagem. Só queremos que as pessoas do Executivo e Legislativo compreendam o campo e sintam a importância que temos para a economia e para a sociedade”, finaliza.

 

Tenha acesso a este vídeo e outras dicas importantes do ex-ministro Roberto Rodrigues

 

Roberto Rodrigues foi ministro da agricultura entre 2003 e 2006. É engenheiro agrônomo formado pela Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, da Universidade de São Paulo (ESALQ/USP), coordenador do Centro de Agronegócios da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e Titular da Cátedra de Agronegócios da ESALQ. É colaborador e colunista do RVTV.

 

Texto: Redação RVTV
Foto: Agência Brasil